Youtube RSS
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão

Notícias

  02/09/2013 

Aproveite para sacar o dinheiro do FGTS

Com rendimento de 3% ao ano, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) tem menor rendimento que qualquer outra aplicação, perdendo inclusive para a inflação, estimada em 5,8% para 2013. Por isso, especialistas recomendam que as oportunidades de saque devem ser aproveitadas para aplicação em outros investimentos.

Segundo Emerson Fabris, diretor do Instituto de Educação em Gestão Familiar do Paraná, quem saca o FGTS e está sem dívidas tem várias opções de destino ao dinheiro. A mais segura, porém menos rentável, é a caderneta de poupança, com rendimento médio de 6% ao ano. “Essa é para quem tem aversão por riscos”, explica. A vantagem é que não há como perder dinheiro.

Opção mais arriscada e que exige conhecimento é o investimento na Bolsa de Valores. Para quem não sabe como comprar ações, a indicação é contratar uma corretora, que vai fazer a administração dos recursos. “Atualmente, há opções acessíveis e seguras e é possível acompanhar os processos até pela Internet”, explica. Emerson também ressalta que para correr menos riscos o ideal é não concentrar todo o dinheiro em ações de uma única empresa, e evitar o saque dos ganhos. O rendimento vai acontecer conforme o comportamento do mercado.

Perfil empreendedor

Já quem tem perfil de empreendedor pode aproveitar o FGTS como capital para investir num negócio próprio. Essa é a melhor opção, já que uma empresa de sucesso pode assegurar inclusive uma boa aposentadoria. Para isso, a pessoa precisa escolher algo com o que tenha afinidade. Para evitar os riscos, é fundamental providenciar um bom plano de negócios, definindo estratégias e traçando expectativas de ganhos a curto, médio e longo prazo.

O sonho da casa própria parece mais próximo com o saque do Fundo de Garantia. Isso porque a compra de um imóvel é uma das situações em que é permitido movimentar o dinheiro. Para quem já tem o seu canto, mais uma casa ou apartamento pode significar uma nova fonte de renda. “O FGTS pode ser usado como entrada, então o locatário cobra o valor do aluguel igual ao das prestações”, explica. Assim, o inquilino é quem quitará as prestações do imóvel e depois de um tempo o lucro vai chegar. Qualquer um das opções acima é melhor que manter o dinheiro parado, mas em todas elas é fundamental ter estratégia e disciplina.

Última atualização: 09/09/2013 às 10:59:04
 
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão

Veja também

 
 

Municípios Consultoria e Contabilidade S/S
Rua Costa Sousa, 106, Benfica
Fortaleza - Ceará - Brasil - CEP 60020-300

Telefone: (85) 3223-6400  |  E-mail: contato@municipiosconsultoria.com.br
  www.igenio.com.br